Corpo do ex-premier Ariel Sharon é velado em Jerusalém

Por Tercio Braga
Populares fazem sua última homenagem a Sharon | Lior Mizrahi/Getty Images Populares fazem sua última homenagem a Sharon | Lior Mizrahi/Getty Images

O ex-primeiro-ministro Ariel Sharon é velado, neste domingo, no Parlamento de Israel. O corpo foi levado em carreata da base militar de Tzrifin até o Knesset, em Jerusalém. O velório vai até seis horas da tarde, no horário local, duas horas da tarde pelo horário de Brasília. O público não pode se aproximar do caixão, que está lacrado e coberto com uma bandeira de Israel. O funeral de Estado acontece na segunda-feira.

No Parlamento, uma cerimônia em homenagem a Ariel Sharon vai contar com discursos do atual premier Benjamin Netanyahu, do presidente Shimon Peres, e do vice-presidente americano Joe Biden.

Na sequência o corpo parte em carreata até o rancho onde o ex-premier será enterrado, ao lado da mulher, no deserto de Neguev. No caminho, o caixão faz uma parada em Latrun, onde as Forças de Defesa de Israel prestarão uma última homenagem ao ex-chefe.

Gabinete faz um minuto de silêncio para Sharon

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu abriu a reunião semanal de gabinete com uma homenagem. Falando aos seus ministros, ele disse que Sharon foi dos maiores militares que o povo de Israel já viu. Netanyahu disse que o antigo rival político contribuiu para a formação do Estado de Israel em todos postos que ocupou – desde ministro da Defesa, até chefe das pastas da Habitação, Infraestrutura, Relações Exteriores e – finalmente – como primeiro-ministro.

O chefe de Estado ressaltou ainda que Sharon estava ligado à terra, e sabia que a sobrevivência de Israel dependia da habilidade do povo de se proteger com as próprias forças.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo