Navio quebra-gelo chinês fica bloqueado na Antártida

Por BAND

O quebra-gelo chinês “Xue Long”, que ajudou a retirar os passageiros do navio russo preso na Antártida, ficou bloqueado no gelo, segundo a AMSA (Autoridade de Segurança Marítima Australiana). O “Xue Long” tentava abrir passagem na manhã deste sábado.

 

O “Xue Long” – Dragão da Neve – estava há vários dias na região para participar do resgate dos passageiros do “MV Akademik Chokalskii”, um navio russo preso no gelo desde 24 de dezembro.

 

Na quinta-feira, um helicóptero do “Xue Long” foi utilizado para resgatar 52 cientistas, turistas e jornalistas australianos, britânicos e neozelandeses presos a bordo do “MV Akademik Chokalsii”.

 

O navio chinês comunicou que não sofre qualquer avaria, que está em segurança e que não precisa de ajuda, segundo a autoridade marítima australiana. O quebra-gelo dispõe de condições para se manter parado por várias semanas.

 

Os passageiros do “Akademik Shokalskiy” foram transportados para o navio australiano “Aurora Australis”, que deve se abastecer na base australiana de Casey antes de se dirigir ao porto de Hobart, na ilha da Tasmânia.

 

Inicialmente, o “Aurora Australis” recebeu ordens para permanecer na região e ajudar o “Xue Long”, mas neste sábado a AMSA decidiu liberar o navio para seguir para a base de Casey.

 

Desta forma, o “Akademik Shokalskiy” e o “Xue Long” se ajudarão mutuamente nos próximos dias, destacou a AMSA.

 

O navio russo permanece preso no gelo cerca de 100 milhas náuticas (180 km) a leste da base francesa de Dumont d’Urville.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo