Snowden não pretendia trocar dados secretos por asilo, diz brasileiro

Por Tercio Braga

O brasileiro David Miranda afirmou que Edward Snowden não tinha intenção de fornecer informações sigilosas ao Brasil em troca de asilo político. Ele disse, durante entrevista à TV estatal da China, que Snowden não pretendia trocar dados sigilosos em troca de asilo político permanente no Brasil.

O brasileiro é companheiro do jornalista Glenn Greenwald, do jornal inglês The Guardian, que ajudou Snowden a divulgar documentos secretos dos programas de espionagem do governo americano. Foi Miranda que entregou ao jornal Folha de São Paulo uma carta aberta, escrita pelo ex-técnico da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos.

No texto, Snowden se dirige ao Brasil prometendo colaborar com informações sobre as ações da agência americana. A medida foi interpretada pela mídia como um pedido de ajuda de Snowden para obter asilo no Brasil.

Atualmente, o americano está sob asilo político provisório na Rússia, mas tem enfrentado restrições para continuar sua campanha contra a espionagem de governos, diplomatas e cidadãos. David Miranda afirmou que pretende entregar uma petição à presidente Dilma Rousseff com um pedido de asilo político ao americano.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo