Obama pede mudanças para evitar novos massacres

Por BAND
Estudante reencontra os pais, após escola ser esvaziada no Colorado por causa de um tiroteio | Evan Semon/Reuters Estudante reencontra os pais, após escola Centennial ser esvaziada no Colorado por causa de um tiroteio nesta sexta-feira| Evan Semon/Reuters

 

O presidente americano, Barack Obama, prestou homenagem neste sábado, durante seu programa semanal de rádio, às 26 vítimas – 20 crianças – do massacre da escola Sandy Hook de Newtown, que morreram há um ano, e pediu mudanças para evitar novos crimes similares.

“Há um ano, uma pequena cidade tranquila foi abalada por uma violência indescritível”, afirmou o presidente, em to solene, na mensagem gravada na Casa Branca.

Seis funcionários da escola e 20 crianças morreram na tragédia. “Mas, além da tristeza, também sentimos determinação: estas tragédias devem acabar e, para que acabem, nós devemos mudar”, afirmou Obama.

Em 14 de dezembro de 2012, um jovem de 20 anos, Adam Lanza, matou em 10 minutos com uma arma semiautomática 20 crianças e seis adultos na escola primária Sandy Hook, em uma tragédia que traumatizou a pequena cidade de Newtown, em Connecticut, e todo o país.

“Devemos fazer mais para evitar que pessoas perigosas possam colocar as mãos com facilidade em armas”, disse o presidente americano. “Devemos fazer mais para curar as mentes perturbadas. Devemos fazer tudo para proteger nossas crianças”, insistiu. “E não podemos perder de vista o fato de que as verdadeiras mudanças não virão de Washington. Elas virão de onde sempre acontecem, de vocês, do povo americano”, completou.

Obama e a esposa Michelle respeitarão um minuto de silêncio na Casa Branca em memória das vítimas, neste sábado às 9h25 (12h25 de Brasília).

O massacre de Newtown provocou um debate intenso nos Estados Unidos sobre as armas de fogo. Alguns estados endureceram a legislação sobre a posse de armamento, mas a grande reforma que Obama desejava implementar a nível nacional fracassou em abril com uma rejeição no Senado.

Na sexta-feira, um jovem abriu fogo na escola Centennial, no estado do Colorado, e feriu duas pessoas, antes de cometer suicídio.

O drama aconteceu perto de Aurora, onde um jovem matou 12 pessoas em um cinema em 2012. A cidade também fica perto de Columbine, onde dois estudantes mataram 13 colegas em 1999.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo