Morte de brasileira no sul da Itália é investigada

Por Tercio Braga

A polícia italiana investiga a morte de uma brasileira, no sul do país. Ela era testemunha de acusação num processo contra o ex-chefe, acusado de agenciar garotas de programa.

O corpo de Bruna Bovino, de 29 anos, foi encontrado carbonizado depois de um incêndio em uma clínica de estética. O local estava revirado e ela tinha ferimentos na nuca e na cabeça. A polícia investiga a hipótese de assassinato.

A brasileira tinha um depoimento marcado contra contra o ex-chefe, dono de uma casa de massagem onde Bruna trabalhou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo