Irã desiste de executar homem que sobreviveu à forca

Por Carolina Santos
Manifestantes protestam contra a pena de morte no Irã | David McNew/ Getty Images Manifestantes protestam contra a pena de morte no Irã | David McNew/ Getty Images

O Irã desistiu de executar um condenado que sobreviveu à forca. O traficante, de 37 anos, foi enforcado em outubro. Ele passou 12 minutos pendurado, antes de ser declarado morto.

O prisioneiro foi levado ao necrótério, onde descobriu-se que ele ainda estava respirando. Depois entrou em coma profundo. A possibilidade de uma nova execução gerou protesto de organizações internacionais de direitos humanos.

Nesta quarta-feira, o ministro da Justiça confirmou que o novo enforcamento foi cancelado. Pela legislação do Irã, o condenado precisa estar consciente e saudável.

Loading...
Revisa el siguiente artículo