Poço na usina de Fukushima tem recorde de radioatividade

Por fabiosaraiva
Água transbordou pela abertura superior do depósito | Reuters Funcionários de usina durante verificação dos níveis de radioação em Fukushima | Reuters

A radiação alcançou um nível recorde em um poço de água situado na usina nuclear de Fukushima, perto da cisterna que sofreu um vazamento de 300 toneladas de água tóxica em agosto, anunciou a Tokyo Electric Power (Tepco), a companhia que opera a central.

A Tepco assinalou que a radiação detectada em amostras de água dessa piscina, na quinta-feira, era de 400.000 becquerels de substâncias emissoras de raios beta por litro.

É o nível mais alto desde o acidente nuclear ocorrido em março de 2011 em consequência de um tsunami. Nas amostras extraídas em dias anteriores, o nível era de apenas 60 a 90 becquerels por litro.

O vazamento da cisterna foi descoberto em agosto. A Tepco disse que, desde então, retirou toda a água dessa cisterna e a terra ao redor.

“Podemos ter tirado a maior parte da terra contaminada, mas talvez não todos os materiais radioativos”, admitiu Masayuki Ono, porta-voz da Tepcto, explicando que as fortes chuvas dos últimos dias podem ter arrastado materiais contaminados para o poço.

Depois do acidente de março de 2011, a Tepco jogou milhares de toneladas de água nos reatores para esfriá-los.

A água radioativa está armazenada em cerca de mil cisternas, apesar de a companhia admitir que houve vazamentos para o mar.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo