Congresso dos EUA é fechado após tiroteio fora do complexo

Por Carolina Santos
Policiais chegam ao Congresso após o tiroteio | David Lawder/ Reuters Policiais chegam aos arredores do Congresso| David Lawder/ Reuters

O Congresso americano chegou a ser fechado, nesta quinta-feira, depois que tiros foram ouvidos do lado de fora do complexo.

“Ouvimos cerca de quatro disparos”, relatou o senador Bernie Sanders, acrescentando que turistas e parlamentares correram para dentro do prédio para se esconder, enquanto a polícia cercava a área.

Veículos dos serviços de emergência foram acionados. Há pouco mais de um quilômetro de distância, a Casa Branca também chegou a ser fechada, e agentes do serviço secreto protegem a região. O presidente Barack Obama estava no local no momento do tiroteio.

O senador Sherrod Brown contou que estava caminhando com um colega fora do Capitólio quando ouviu tiros e correu para trás de um veículo.

Segundo as redes de televisão dos Estados Unidos, durante uma perseguição em frente ao Congresso, a polícia fez um cerco a um carro preto. A motorista, uma mulher, teria tentado fugir e começado uma intensa troca de tiros, de acordo com o correspondente da Band no país, Luiz Megale.

De acordo com ele, informações preliminares revelam que um policial ficou ferido. Outras informações divulgadas pela imprensa local revelam que a motorista do carro preto também foi ferida no caso. Há suspeita de que havia uma criança dentro do carro perseguido pelos policiais.

Loading...
Revisa el siguiente artículo