Forças israelenses invadem shopping center no Quênia

Por fabiosaraiva
Soldados quenianos fazem cerco para tentar conter terroristas em shopping de Nairóbi, no Quênia | Thomas Mukoya/Reuters Soldados quenianos fazem cerco para tentar conter terroristas em shopping de Nairóbi, no Quênia | Thomas Mukoya/Reuters

Forças especiais de segurança israelenses entraram neste domingo no centro comercial de Nairóbi atacado por um comando islamita.

“Eles acabam de entrar e estão socorrendo os reféns e os feridos”, disse uma fonte de segurança, que não quis se identificar, acrescentando que as forças especiais chegaram ao Quênia pela manhã.

O centro comercial de luxo Westgate Mall é parcialmente propriedade de israelenses. Interrogado, o porta-voz do ministério israelense das Relações Exteriores, Paul Hirschson, não fez comentários.

“Não temos o costume de comentar uma operação conjunta de segurança que pode ou não estar em andamento”, disse.

O ataque ao centro comercial de Westgate já deixou ao menos 59 mortos, segundo o governo queniano. Um número indeterminado de pessoas seguiam detidas como reféns.

Um comando islamita integrado por cerca de 10 homens encapuzados invadiu ao meio-dia de sábado o Westgate Mall, disparando com armas automáticas e lançando granadas contra clientes e funcionários do shopping.

Apoiados por membros dos serviços de segurança à paisana de embaixadas ocidentais, policiais e militares quenianos tentam identificar os agressores em um labirinto de lojas de todo tipo, onde é fácil se esconder.

Mais de 24 horas após o início do ataque, os confrontos prosseguiam neste domingo no local.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo