Obama quer acabar com suspeita de espionagem

Por talita
Dilma e Obama conversam durante reunião | Sergei Karpukhin/Reuters Dilma e Obama conversam durante reunião | Sergei Karpukhin/Reuters

O presidente Barack Obama prometeu que os Estados Unidos trabalharão com Brasil e México para dissipar as preocupações provocadas pelas revelações de espionagem americana contra os dois países, informou uma fonte do governo em São Petersburgo, na Rússia, onde acontece a cúpula do G20.

Obama garantiu à presidente brasileira, Dilma Rousseff, e ao chefe de Estado mexicano, Enrique Peña Nieto, que os Estados Unidos “seguirão trabalhando com os governos do Brasil e México para dissipar as preocupações sobre as revelações” de espionagem da NSA (Agência de Segurança Nacional), disse Ben Rhodes, conselheiro adjunto de segurança nacional para as comunicações estratégicas. “Se trata de um processo contínuo que manteremos com os governos mexicano e brasileiro”, completou o conselheiro.

As recentes revelações da imprensa brasileira de que NSA espionou as conversas da presidente brasileira de Peña Nieto quando ele era candidato caíram como uma bomba nos dois países latino-americanos.

A Casa Branca confirmou o encontro de Obama e Dilma Rousseff na quinta-feira à margem do G20, pouco depois do cancelamento da viagem de uma missão técnica brasileira aos Estados Unidos para preparar a visita oficial que a presidente deve fazer a Washington em 23 de outubro.

O Brasil havia solicitado explicações formais e por escrito aos Estados Unidos após as denúncias da imprensa de escutas telefônicas da própria presidente.

Peña Nieto recebeu de Obama, em uma conversa telefônica, a promessa de uma investigação das denúncias de espionagem quando ele era candidato à presidência mexicana.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo