Série de atentados mata 51 pessoas no Iraque

Série de atentados mata 51 pessoas e fere dezenas, no Iraque. O país vive a mais grave onda de violência dos últimos cinco anos. No ataque mais grave, um carro-bomba foi detonado no distrito de Jisr Diyala, no sul da capital Bagdá. O veículo foi estacionado em frente a um restaurante lotado, na hora do almoço.

Na região de Mahmudiya, a 20 quilômetros da capital, um suicida detonou os explosivos que levava junto ao corpo, também em um restaurante onde havia grande concentração popular. Pontes e postos de controle também foram alvos de explosões.

O Iraque vê crescer novamente a violência, chegando aos mesmos patamares verificados logo após a invasão anglo-americana em 2003. Insurgente sunitas e ligados à rede Al Qaeda aumentaram as ações terroristas neste ano. Somente no mês de julho, mais de mil pessoas foram mortas. Este é o patamar mais alto desde 2008, segundo levantamento das Nações Unidas.

Loading...
Revisa el siguiente artículo