Crise com Bolívia leva à demissão de Patriota

Por fabiosaraiva
Patriota estava no cargo desde a posse de Dilma, em 1º de janeiro de 2011 | Marcello Casal Jr/ ABr Patriota estava no cargo desde a posse de Dilma, em 1º de janeiro de 2011 | Marcello Casal Jr/ ABr

Antônio Patriota foi demitido ontem do cargo de ministro das Relações Exteriores. A presidente Dilma Rousseff ficou contrariada por ter sido pega de surpresa com a notícia da fuga do senador boliviano Roger Pinto, 53 anos, a bordo de um veículo diplomático brasileiro.

Patriota foi convocado às pressas ao Palácio do Planalto. Na conversa de 50 minutos, Dilma lembrou que a AGU (Advocacia Geral da União) havia emitido parecer contrário à disponibilização de um carro para a saída do senador da Bolívia. Roger Pinto estava asilado na embaixada brasileira em La Paz desde maio do ano passado.

Patriota foi indicado para a função de representante do Brasil junto às Nações Unidas, em Nova York, cargo ocupado por Luiz Alberto Figueiredo, que será o novo ministro (leia mais ao lado).

 

Crise diplomática

Embora um eventual rompimento diplomático seja considerado improvável, o episódio levou o governo boliviano a reagir. O embaixador da Bolívia no Brasil, Jerjes Talavera, encaminhou ontem um carta diplomática ao Itamaraty cobrando providências. O governo de Evo Morales considera que houve violação do direito internacional.

Roger Pinto responde a 20 processos na Justiça boliviana e foi condenado a um ano de prisão por corrupção. O senador nega irregularidades e se diz vítima de perseguição por ser o principal opositor do governo.

 

Afastamento

Eduardo Saboia, encarregado de negócios da Embaixada do Brasil na Bolívia — que organizou a saída do senador alegando questões humanitárias — foi afastado do cargo. A punição é válida enquanto as investigações sobre o caso não forem concluídas.

Ele deverá responder a um Processo de Apuração Ética. O diplomata foi convocado a prestar informações ao Itamaraty. Saboia é visto como um diplomata exemplar, mas, confirmada a ilegalidade, poderá, inclusive, ser expulso da carreira.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo