EUA confirmam o uso de armas químicas na Síria e cobram explicações

Por Carolina Santos
Secretário de Estado John Kerry afirma que armas químicas foram utilizadas | Gary Cameron/Reuters Secretário de Estado John Kerry afirma que armas químicas foram utilizadas | Gary Cameron/Reuters

Os Estados Unidos afirmaram nesta segunda-feira que foram utilizadas armas químicas na Síria, em um ataque de imperdoável “obscenidade moral” contra civis, e advertiram que o presidente Barack Obama exigirá “que se prestem contas”.

“Foram utilizadas armas químicas na Síria”, disse o secretário de Estado, John Kerry, em declarações transmitidas pela televisão, considerando: “O que vimos na Síria na semana passada deveria atingir a consciência do mundo”.

Mortes

Na última quarta-feira, dia 21, um suposto ataque com armas químicas mataram mais de 1.300 pessoas, em Damasco, na Síria.

A Comissão Geral da Revolução Síria postou na internet imagens que ilustram o massacre. O ataque acontece três dias depois da chegada a Damasco de mais de 10 investigadores da ONU (Organização das Nações Unidas) encarregados de examinar o uso de armas químicas no conflito. O objetivo é examinar se elas foram ou não usados sem determinar responsabilidades.

Tanto o regime quanto a oposição se acusam mutuamente de terem recorrido a armas químicas nos confrontos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo