Mohammed Adel: ‘Não há confiança, portanto, não há solução’

Por Tercio Braga
Mohammed Adel é ativista do Movimento 6 de Abril | Metro Mohammed Adel é ativista do Movimento 6 de Abril | Metro

Eu estava no acampamento perto da mesquita de Rabaa e pareceu que o Exército tinha recebido uma ordem para atacar. Mas era como se eles não tivessem experiência, pois não estavam preparados para a reação da Irmandade Muçulmana. Quando os manifestantes deixaram o acampamento, foram para as ruas e praças, e houve muita violência. Nas áreas controladas pela Irmandade, houve ataques à polícia, e oficiais foram mortos.

Nós (do Movimento 6 de Abril) não estamos felizes com as mortes, mas não vamos aderir à luta. O que está acontecendo não é protesto, é apenas violência, e seria estúpido participar. Todos os ativistas pró-democracia estão com medo dos confrontos e de serem presos. Muitos estão tentando deixar o Cairo.

Eu acredito que a violência vai continuar, há muita raiva entre os dois grupos. Não existe confiança, de modo que não pode haver uma solução. Em muitos lugares não há polícia nas ruas, e é impossível impedir os enfrentamentos. É difícil imaginar como poderia haver eleições novamente.

20130815_SP08_Raio-X-egito620

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo