Israel confirma ampliação de assentamentos judaicos

Por fabiosaraiva

O ministro da Habitação de Israel, Uri Ariel, confirmou a construção de mil residências em colônias judaicas na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental. O anúncio foi feito a três dias de uma reunião entre israelenses e palestinos, que tentam, novamente, estabelecer a paz na região.

Na semana passada, Israel já havia anunciado a construção de 800 casas e a regularização de outras 200, medidas condenadas pela comunidade internacional. O fim da expansão dos assentamentos judaicos é uma das exigências da Autoridade Nacional Palestina.

Segundo a imprensa israelense, a ampliação das colônias já teria sido previamente acordada com os Estados Unidos, que mediam as negociações de paz. A manobra teria sido necessária para garantir, entre os ministros israelenses, a aprovação da libertação de presos palestinos.

 

Boa vontade

A soltura de 104 detidos foi anunciada pelo gabinete israelense no fim do mês passado e foi vista como um sinal de boa vontade. Ontem, o governo anunciou que os 26 primeiros serão libertados nos próximos dias.

A decisão foi tomada pelo ministro da Defesa israelense, Moshe Yaalon. Ele está no lugar do premiê, Benjamin Netanyahu, afastado para fazer uma cirurgia de hérnia.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo