Apoiadores de Mursi se preparam para intervenção militar

Por talita
Máscaras com o rosto do presidente deposto  Mohamed Mursi  na praça Rabaa Adawiya | Reuters Máscaras com o rosto do presidente deposto Mohamed Mursi na praça Rabaa Adawiya | Reuters

Apoiadores do presidente egípcio deposto, acampados em partes da capital, se preparam para uma intervenção das forças armadas. As autoridades afirmam que a qualquer momento podem realizar uma ofensiva para dispersar o grupo.

Os manifestantes, acampados em Nasr City, que pedem a anulação do golpe que tirou Mohamed Mursi do poder, aumentaram as barricadas. Eles esperam assim se proteger de uma possível ofensiva do exército.

Há algumas semanas, as forças armadas vem afirmando que a paciência com os protestos pró Mohamed Mursi já está no fim. Eles não rejeitam ainda a utilização da força. Desde a deposição do presidente, no último dia 3 de junho, o Egito segue bastante dividido. A tensão é grande na nação.  

 

Postura muda após o Ramadã

As autoridades afirmaram que nenhuma atitude mais enérgica havia sido tomada em respeito ao Ramadã. Mas como o mês sagrado para os islâmicos termina neste domingo, as Forças de Segurança anunciaram uma mudança na postura. Pouco se sabe sobre o paradeiro de Mohamed Mursi. O governo diz que ele permanece em prisão domiciliar, a espera de julgamento. O ex-presidente foi deposto em três de julho, acusado de privilegiar aliados políticos e prejudicar a economia do país.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo