Caso Snowden: Serviço de encriptação de e-mail é encerrado

Por Carolina Santos
Dono da Lavabit, Ladar Levison, publicou uma mensagem no site | Reprodução Dono da Lavabit, Ladar Levison, publicou uma mensagem no site | Reprodução

Um serviço de encriptação de e-mail, Lavabit, que acredita-se que tenha sido usado pelo ex-consultor da inteligência americana Edward Snowden, foi fechado na quinta-feira aparentemente como resultado da pressão das autoridades do país.

O dono do Lavabit, Ladar Levison, publicou uma mensagem no site contando aos usuários que encerrava seu serviço de e-mail seguro lançado no Texas há quase uma década.

“Fui forçado a tomar uma difícil decisão: me tornar cúmplice de crimes contra o povo americano ou deixar de lado quase dez anos de duro trabalho e fechar o Lavabit”, disse Levison. “Depois de consultar minha consciência de forma exaustiva, decidi suspender as operações”.

Lavison lamentou que tenha sido proibido de compartilhar detalhes do que provocou o desaparecimento do Lavabit.

A lei americana de segurança nacional permite que as autoridades realizem pedidos a companhias com a advertência formal de que manterão segredo.

O Lavabit veio à toma com a informação de que o ex-consultor do serviço de inteligência nacional dos Estados Unidos, Edward Snowden, havia utilizado o serviço para trocar mensagens enquanto estava refugiado no aeroporto de Moscou.

Snowden é um fugitivo da justiça americana e vive atualmente em um destino desconhecido na Rússia, depois que Moscou concedeu a ele asilo temporário por um ano.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo