Asilo a Edward Snowden faz Obama cancelar reunião com Putin

Por fabiosaraiva

O presidente americano, Barack Obama, cancelou uma reunião que teria com seu homólogo russo, Vladimir Putin, no mês que vem, em Moscou. A decisão reflete a crise entre os dois países, impulsionada após a concessão, pela Rússia, de asilo temporário a Edward Snowden.

“A decisão decepcionante da Rússia é um fator que consideramos na avaliação atual da nossa relação bilateral”, informou a Casa Branca, em nota.

Snowden, um técnico em informática que prestava serviços à NSA (sigla em inglês para Agência Nacional de Segurança), revelou ao mundo o programa de espionagem do governo americano. Ele fugiu para Hong Kong e, depois, para a Rússia, onde obteve asilo.

Na noite de terça-feira, Obama já havia falado sobre a crise diplomática com o governo de Putin. “Há momentos em que eles voltam ao pensamento da Guerra Fria”, criticou o americano, no programa “The Tonight Show”, da NBC.

Obama manteve a agenda para a cúpula do G-20, que será realizada em São Petersburgo, em 5 e 6 de setembro. No lugar da ida a Moscou, entretanto, o líder dos EUA viajará à Suécia.

Desiguais

Reagindo à medida norte-americana, o governo russo disse estar “decepcionado”. Yuri Ushakov, conselheiro de Putin para as relações exteriores, afirmou que a decisão demonstra a falta de capacidade dos EUA de se relacionarem em bases iguais.

Segundo Ushakov, o convite para o encontro com o presidente russo continua em pé.

Em Washington, o pai de Edward Snowden disse acreditar que a Rússia não vai ceder às pressões do governo americano.

Loading...
Revisa el siguiente artículo