Milionária australiana quer se reconciliar com filhos

Por BAND

A mulher mais rica da Austrália, que está à frente de um império da mineração, quer acabar com o atrito criado com seus filhos, que foram afastados da gestão do truste familiar.

Dois de seus quatro filhos recorreram à justiça contra Gina Rinehart, de 59 anos, para que deixe da direção do truste familiar encarregado de administrar uma fortuna de milhões de dólares. Rinehart está disposta a chegar a um acordo com os filhos, segundo o advogado David Russell, falando à Australian Broadcasting Corporation.

A fortuna de Gina Rinehart, antes a mulher mais rica do mundo, foi calculada em maio passado em 14,7 bilhões de euros pela BRW. Seu pai, Lang Hangcock, criou um truste familiar em 1988, que controlava 23,4% do grupo Hancock Prospecting, cujos beneficiários são seus quatro netos.

Gina deveria dirigir este truste até 2001, data em que o mais jovem de seus filhos faria 25 anos. Mas, dias antes do prazo, Gina adiou a data de entrega do fundo para 2068, alegando que isso permitiria reduzir o pagamento de impostos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo