Franceses querem que Carla Bruni devolva dinheiro ao Estado

Por Carolina Santos
Fundação Carla Bruni atua para ajudar pessoas vulneráveis | Reprodução Fundação Carla Bruni atua para ajudar pessoas vulneráveis | Reprodução

Um abaixo-assinado realizado na França recolheu quase 50 mil assinaturas pedindo que a ex-primeira dama da França Carla Bruni esposa do ex-mandatário francês Nicolas Sarkozy, devolva ao Estado os 410 mil euros (cerca de R$ 1,2 milhão) usados para realizar seu site na Internet feito quando ainda estava no cargo.

No documento, divulgado pela Internet, se destaca que os cidadãos “não são um banco dos seus eleitos, pagamos os impostos para a comunidade, não para satisfazer as suas vontades luxuosas ou dos seus entes queridos”

“Já que a Fundação Carla Bruni atua para ajudar ‘as pessoas vulneráveis’, lhe pedimos de devolver este dinheiro fazendo uma doação de 410 mil euros a uma associação de caridade que trabalha para os mais desfavorecidos”, pede o documento.

O texto do abaixo-assinado, que reuniu até agora 48,922 assinaturas, cita um relatório da Corte das Contas sobre os gastos no Eliseu, sede do governo francês, segundo o qual o site da Bruni.

Loading...
Revisa el siguiente artículo