Britânicos festejam em Londres a chegada do bebê real

É um menino. Kate, a duquesa de Cambridge, deu à luz o futuro rei da Inglaterra em um hospital de Londres

Por Tercio Braga
Multidão se aperta em frente ao Palácio de Buckingham para ler a notícia oficial | Neill Hall/Reuters Multidão se aperta em frente ao Palácio de Buckingham para ler a notícia oficial | Neill Hall/Reuters

Depois de quase 10 dias de espera –a previsão era que o bebê real viesse ao mundo em 13 de julho – Kate Middleton deu à luz um menino, o futuro rei dos britânicos. A criança nasceu às 16h24 (horário de Londres) desta segunda-feira, pesando 3,8kg.

A chegada do garotinho foi confirmada às 20h30, no tradicional estilo da monarquia: um cavalete com a data e o horário do nascimento foi colocado em frente ao Palácio de Buckingham, em Londres, onde uma multidão aguardava esse momento. A Coroa também divulgou a notícia nas redes sociais.

Assim que foi confirmada, um homem que estava perto do palácio gritou: “É um menino!”, arrancando aplausos das pessoas aglomeradas no local. O sexo da criança era um mistério até mesmo para os pais, que deixaram a surpresa para a hora do nascimento.

Kate entrou em trabalho de parto na madrugada de ontem e chegou ao hospital, acompanhada do príncipe William, por volta das 6h. O menino é o terceiro na linha de sucessão ao trono. Seu nome será anunciado no “devido tempo”. Apostadores britânicos jogam alto em George ou James.

 

Comedidos

Mesmo grandiosa, a ocasião não reuniu tantos monarquistas e turistas, agitando patrioticamente bandeiras do Reino Unido. A reação foi menos apaixonada do que durante o casamento real, em 2011, mas ainda houve espaço para pessoas em trajes reais.

“Essa é a forma pela qual as pessoas imaginam a Inglaterra e eu acho que é uma notícia fantástica para William e Kate. Eles vão ser ótimos pais”, disse Sandra Steeds, uma estudante de Romford, 25km a nordeste de Londres.

Famílias de fora do Reino Unido também acompanharam a movimentação. “É como um evento esportivo, e nós queríamos fazer parte dessa história”, contou o americano Reade Bailey, que estava com a mulher e o filho.

Muitos esperavam que o bebê fosse uma menina: seria a primeira a ter a ascensão ao trono garantida desde o nascimento. Mas, de qualquer forma, a declaração de Kate e William resume o espírito dos britânicos. “Nós não poderíamos estar mais felizes”, disseram, no início da noite.

Loading...
Revisa el siguiente artículo