Receita Federal apreende brinquedos de contrabando que seriam vendidos no Dia das Crianças

Por Vanessa Selicani - Metro Jornal

Foram necessárias algumas horas de vistorias para que a Receita Federal retirasse da região central da cidade de São Paulo cerca de 40 toneladas de brinquedos falsificados na segunda-feira (5).

Às vésperas do Dia das Crianças, comemorado na próxima segunda-feira, a expectativa da operação, batizada de “Brinquedo Assassino”, era apreender quantidade recorde de bonecos, bichos de pelúcia e jogos até a manhã de hoje, quando será divulgado o balanço final das buscas. O valor das cerca de 40 toneladas de itens  confiscados dos comerciantes é estimado em R$ 10 milhões.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Vale Outubro

A Receita Federal afirma que a venda dos falsificados  lesa os demais comerciantes, produtores e importadores que trabalham de forma legal, além de sonegar tributos aos cofres públicos. Aos consumidores, há riscos de que os brinquedos  não atendam aos requisitos de segurança e possam trazer riscos às crianças como engasgamento, por exemplo, se alguma peça pequena se soltar.

Por conta disto, o material apreendido será destruído pela Receita Federal.

Comércio

Esta será a segunda data significativa em vendas para os comerciantes após a flexibilização da quarentena causada pelo novo coronavírus. O primeiro teste físico ocorreu no Dia dos Pais, com casos ainda em alta em muitos estados brasileiros. A expectativa da associação de fabricante de brinquedos é de aumento de 3% nas vendas em relação ao ano anterior.

O Procon-SP acredita que muita gente ainda vai optar pela compra online. O órgão de defesa do consumidor alerta às famílias para se atentarem aos prazos de entrega e à política de troca dos produtos. No site www.procon.sp.gov.br, é possível consultar lista de sites para evitar compras por conta do grande número de queixas. Outra dica importante é checar informações como indicação da idade, eventuais riscos que possam apresentar à criança e o selo de certificação do Inmetro.

Loading...
Revisa el siguiente artículo