Anvisa pode liberar dose emergencial de vacinas contra covid-19

Por Metro Jornal

O critério mínimo para liberação de uma vacina, que precisa provar hoje ter 70% de eficácia, pode ser reduzido para 50% de forma emergencial pela Anvisa para os imunizantes que combatem a covid-19. A flexibilização do padrão, que é defendida pela OMS (Organização Mundial da Saúde), poderá garantir a liberação emergencial das vacinas no país.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Vale Outubro

“Tradicionalmente, temos critério de 70%, mas, em situação de pandemia, tendo em vista a ausência de alternativas terapêuticas, é possível flexibilizar esse critério para 50% desde que esse balanço de risco e benefício esteja muito claro”, disse à Folha de S.Paulo o gerente-geral de medicamentos da agência, Gustavo Mendes.

A Anvisa já reduziu as exigências para a análise da documentação das vacinas anticovid para que o prazo não passe de 20 dias.

Loading...
Revisa el siguiente artículo