Temperaturas chegam a 40°C com onda de calor no Brasil

Primavera ou verão? Capital paulista registrou 37,1°C na tarde de quarta-feira (30), recorde deste ano e segunda maior temperatura da série histórica

Por Metro Jornal

Garrafinha de água e ventilador têm sido os melhores amigos dos brasileiros nesta primavera. Em ao menos oito estados a temperatura chegou a 40°C ou mais na quarta-feira (30). Na capital paulista, termômetros de rua marcaram 41°C, enquanto o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) registrou 37,1°C, recorde de 2020 e segunda maior temperatura da história. De acordo com o Climatempo, a marca está 12,6ºC acima da média para o mês de setembro.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Vale Outubro

O calor é causado por uma grande e forte massa de ar seco que atinge o país e que deverá permanecer até pelo menos o dia 10 deste mês em algumas regiões. A previsão para hoje em todo o Brasil ainda é de clima quente. De acordo com o Inmet, Cuiabá e Campo Grande podem chegar a 40°C novamente. Em São Paulo, a máxima é de 37°C, enquanto o Rio de Janeiro deve registrar 38°C. O calor continua também amanhã.

De acordo com o meteorologista do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergência) de São Paulo, Thomaz Garcia, o clima atual deve ligar um alerta para pessoas com problemas respiratórios, idosos e crianças. “Há um bloqueio atmosférico, como uma tampa de panela, que não deixa as frentes frias avançarem do Rio Grande do Sul. O Sudeste e o Centro-Oeste ficam com essa condição sem nebulosidade em que o sol chega à superfície sem filtro praticamente. Além isso, ainda há a umidade muito baixa, que vai refletir no aumento da concentração dos poluentes”, afirmou Garcia em entrevista ao programa “Bora Brasil, da Rádio Bandeirantes.

As principais dicas de saúde em dias de forte calor são reforçar a hidratação com água e sucos naturais, umidificar os ambientes e evitar a exposição ao sol, principalmente entre 10h e 16h.

Refresco

A capital e a Grande São Paulo terão um refresco no fim de semana, quando as temperaturas ficam mais amenas. No entanto, o calor volta na segunda.

Loading...
Revisa el siguiente artículo