Leilão virtual falso faz milhares de vítimas; se proteja contra o golpe

Por Metro Jornal

Sites falsos de leilão estão fazendo milhares de vítimas no Brasil. Segundo um relatório da Dfndr Lab, empresa de segurança, ao menos 52 mil pessoas caíram em golpes deste tipo só neste ano.

Funciona assim: os sites imitam leilões verdadeiros e oferecem carros com preços muito abaixo do mercado. O interessado dá o lance, é comunicado como vencedor e orientado para depositar o dinheiro em uma conta. O carro, porém, nunca é enviado e, o dinheiro, nunca devolvido.

Somente entre junho e julho deste ano, foram 819 páginas identificadas por realizar a prática ilegal. “Os sites são bem desenvolvidos, possuem até um espaço para a pessoa cadastrar seus dados pessoais, como se fosse uma página feita da maneira lícita. Por isso ela acaba não percebendo de imediato que caiu no golpe”, explica a advogada Lorrana Gomes.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Nos anúncios, os golpistas atentam aos detalhes para convencer as vítimas, incluindo detalhes falsos do automóvel e supostas certificações de segurança do site. O nome do Detran também é usado para passar maior confiança.

Para evitar cair no golpe, a advogada aconselha a ter um antivírus instalado no celular ou computador. “A ferramenta tem a função de alertar sobre links maliciosos (phishing) recebidos por meio do navegador em tempo real.”

Outro cuidado é consultar especialistas que possam indicar e atestar a autenticidade de um site de leilão. “Se a pessoa não tiver como se orientar, que priorize um leilão presencial. Mas, se ainda assim quiser fazer de forma online, que tenha os cuidado redobrados, pelo menos agora durante a pandemia”, conclui.

Loading...
Revisa el siguiente artículo