Cabines de higienização para passageiros serão retiradas de estações do metrô e CPTM em SP

Por Metro Jornal com Rádio Bandeirantes

As cabines de higienização instaladas em estações do Metrô e da CPTM em São Paulo serão retiradas depois que o governo do Estado decidiu não renovar o contrato de parceria com a Neobrax.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

As estruturas foram instaladas em maio último em mais de 50 estações e era usada para a desinfecção de passageiros antes do embarque.

Semelhantes a um túnel com cerca de 3 metros de comprimento e um sensor de presença, as cabines acionavam borrifadores com clorexidina.

A solução higienizante é eficaz contra bactérias, fungos, leveduras e vírus e tem ação comprovada de quatro horas. A instalação e manutenção dos boxes não geraram gastos para o governo de São Paulo.

Loading...
Revisa el siguiente artículo