3 a cada 5 paulistanos perderam renda em agosto pela pandemia

Por Helen Braun - BandNews FM

Três em cada cinco paulistanos perderam a renda total ou parcialmente nos últimos 30 dias por causa da pandemia de covid-19. É o que mostra a quarta pesquisa da Rede Nossa São Paulo sobre os impactos do distanciamento social na cidade de São Paulo.

Ainda assim, o levantamento aponta para uma espécie de retomada da vida econômica. Por exemplo: 61% dos entrevistados afirmaram ter reduzido a jornada de trabalho em abril. Em agosto, este índice caiu para 46%.

A coordenadora da Rede Nossa São Paulo, Carolina Guimarães, identifica nas respostas uma espécie de resiliência com o tal "novo normal". Dentro desta readequação por causa da pandemia do coronavírus, 63% dos entrevistados acreditam que o home office veio para ficar.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Veja também:
Restaurantes e bares devem oferecer água filtrada de graça para clientes
Ministro Luiz Fux toma posse do Supremo Tribunal Federal nesta quinta

Sobre o reflexo da política de distanciamento social na educação, 82% dos entrevistados acreditam que, com a retomada das aulas, o risco de contaminação vai aumentar. Entre aqueles que têm filhos em idade escolar esse índice sobe para 89%.

Mas, nessa área, uma surpresa: a maior parte dos pais ouvidos acredita que houve um acompanhamento adequado do ano letivo, mesmo com as aulas remotas. É importante enfatizar que esse levantamento ouviu integrantes das classes A.B e C; ficaram de fora as classes D e E.

Apesar de reconhecerem o esforço das aulas remotas, os entrevistados também apontaram dificuldade em manter os filhos concentrados, problemas com internet ou falta de equipamentos. Além disso, 55% acreditam que a pandemia irá provocar um aumento da desigualdade, já que os estudantes de famílias mais vulneráveis não tiveram acesso ao ensino remoto.

Loading...
Revisa el siguiente artículo