São Paulo libera rodízio para médicos que residem na região metropolitana

Medida vale apenas para profissionais da rede pública de saúde, seja municipal, estadual ou federal

Por Metro Jornal

Médicos que residem em cidades da Grande São Paulo estão, a partir desta quinta-feira (10), liberados do rodízio municipal de veículos da capital paulista. A medida vale apenas para profissionais que atuam em hospitais públicos.

Para garantir a liberação, os médicos deverão comprovar o exercício da profissão via Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo). A lei, baseada em projeto do vereador Paulo Frange (PTB), foi publicada na edição do Diário Oficial desta quinta.

Até então, apenas médicos residentes da cidade de São Paulo estavam liberados do rodízio de veículos. Com a mudança, profissionais que residem nas 38 demais cidades da região metropolitana podem se beneficiar, desde que trabalhem em unidade de saúde pública da capital – seja municipal, estadual ou federal.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Veja também:
Procon-SP irá agir a partir da próxima semana contra alta dos preços
3 a cada 5 paulistanos perderam renda em agosto pela pandemia

Loading...
Revisa el siguiente artículo