Pandemia reduziu vendas ou serviços em 34,4% das empresas na 2ª quinzena de julho

Por Estadão Conteúdo

A pandemia do novo coronavírus provocou uma queda nas vendas ou serviços comercializados em 34,4% das empresas em funcionamento no País na segunda quinzena de julho. Os dados são da Pesquisa Pulso Empresa: Impacto da Covid-19 nas Empresas, que integram as Estatísticas Experimentais do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Por outro lado, 28,4% das empresas em atividades afirmaram que a covid-19 aumentou as vendas, outros 37,1% disseram que o efeito sobre as vendas foi pequeno ou inexistente.

A queda nas vendas foi mais sentida entre as pequenas empresas, alcançando 34,4% das companhias desse porte. Entre as empresas intermediárias, 33,0% relataram perdas, enquanto 26,4% das companhias de grande porte registraram essa queixa. Entre as grandes empresas, 46,6% relataram efeito pequeno ou inexistente sobre as vendas de produtos e serviços em função da pandemia.

A percepção de redução nas vendas foi sinalizada por 38,6% das empresas do setor de Serviços; 43,6% das companhias da Construção; 29,5% do Comércio; e 30,7% de Indústria.

Entre os segmentos, houve percepção de redução nas vendas em 44,3% das empresas do Comércio de veículos, peças e motocicletas; 42,8% das companhias de Serviços de informação e comunicação; e 41,2% das empresas de Outros serviços.

Loading...
Revisa el siguiente artículo