Brasil doa ao Líbano 60 toneladas em alimentos e remédios; explosão completa um mês nesta sexta

Por Guilherme Oliveira - Rádio Bandeirantes

Como parte de missão de ajuda humanitária, o Brasil enviou ao Líbano nesta sexta-feira (4) mais 60 toneladas de insumos entre medicamentos, insumos hospitalares, além de alimentos e vestuários.

Seis toneladas de remédios e outros materiais foram enviados em avião, e o restante seguirá em uma viagem de 40 dias por navio.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

O Movimento Brasileiro de Ajuda Humanitária é chefiado pelo ex-presidente Michel Temer, e tem como objetivo amparar as vítimas da explosão no porto da capital do país, em agosto.

O incidente completa um mês nesta sexta, e deixou ao menos 181 mortos e cerca de 6 mil feridos. Segundo o ex-presidente, a missão humanitária só vai terminar quando a capital Beirute for recuperada.

A fase atual foi intermediada pela Secretaria Municipal de Relações Internacionais de São Paulo e a Cruz Vermelha. Uma nova fase da ajuda humanitária está sendo programada para encaminhar 27 toneladas de alimentos.

Comunidade líbano-brasileira
Vivem em São Paulo cerca de 5 milhões de libaneses e imigrantes, considerada a maior comunidade fora do Líbano – no Brasil, são mais de 10 milhões de pessoas.

O sucesso das doações se deve à mobilização de empresas e entidades, ressalta Mohamed Zoghbi, presidente da Federação das Associações Muçulmanas do Brasil.

Loading...
Revisa el siguiente artículo