Policiais suspeitos de matar jovem em seu aniversário são presos

Rogério Ferreira da Silva Junior, de 19 anos, dava um passeio de moto quando foi abordado por PMs

Por Metro Jornal

Dois policiais militares foram presos, suspeitos de matar um jovem de 19 anos em Parque Bristol, zona sul de São Paulo, no dia 9 de agosto. A vítima, Rogério Ferreira da Silva Junior, comemorava seu aniversário no dia da morte.

Ele estava em uma moto quando foi perseguido e abordado dela dupla. Em depoimento, o soldado que efetuou os disparos alegou legítima defesa e afirmou que achou que ele estava armado. Ambos admitiram que não foi encontrada nenhuma arma com o jovem.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Veja também:
Professores de SP buscam Justiça para impedir volta às aulas em outubro
Acidente entre ônibus do BRT e viatura da PM deixa feridos no Rio

Desde o dia do crime, ambos foram afastados das ruas. Na quarta (2), o juiz Ronaldo João Roth, da Justiça Militar paulista, decretou a prisão preventiva dos policiais, que foram detidos na manhã desta quinta-feira (3).

Na decisão, o juiz afirma, após analisar imagens de câmeras de segurança, que a dupla não vistoriou o suspeito e não atendeu a vítima após os disparos. Rogério foi resgatado meia hora depois, por populares.

Ainda de acordo com o juiz, a dupla fez falsa comunicação de crime. “Os policiais [..] inovaram os fatos alegando terem se deparado com ocorrência de acidente de trânsito, não mencionando haver vítima ferida por disparo de arma de fogo.”

Loading...
Revisa el siguiente artículo