Câmara do Rio vota abertura de processo de impeachment contra Crivella

Pedido foi protocolado após denúncia de grupo de servidores organizado para atrapalhar trabalho da imprensa

Por Julia Kallembach - BandNews FM

A Câmara Municipal realiza uma sessão extraordinária na tarde desta quinta-feira (3) para votar a abertura do processo de impeachment contra o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos). Se for aprovado, por maioria simples, ou seja 26 votos, o rito pode durar até dezembro, mês em que termina o mandato do chefe do executivo carioca.

O pedido foi protocolado pelo Psol um dia após as denúncias sobre o grupo conhecido como "Guardiões do Crivella", organização formada para atrapalhar o trabalho da imprensa em reportagens nas portas de hospitais. Os membros eram contratados pela própria prefeitura e ganhavam salários de mais de R$ 3 mil.

O cientista político da UERJ, Geraldo Tadeu Monteiro, acredita que, o processo pode provocar uma mudança no cenário eleitoral. Como o vice-prefeito Fernando MacDowell morreu em 2018, quem assumiria a Prefeitura seria o presidente da Câmara de Vereadores, Felipe Michel (Progressistas).

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Veja também:
Bolsonaro recomendou a Moro que se demitisse, diz PF
Polícia investiga queda de mulher em prédio na avenida Paulista

Loading...
Revisa el siguiente artículo