Homem foi infectado por dois coronavírus Sars-CoV-2 com diferentes sequências genéticas

Por Metro Jornal

Um homem de 33 anos foi objeto de estudo de pesquisadores da Universidade de Hong Kong após contrair o novo coronavírus duas vezes. O paciente foi infectado, inicialmente, em março, e novamente em agosto, tendo recebido alta na última sexta-feira (21).

Segundo a agência NHK World Japan, a equipe de pesquisadores e autoridades de saúde de Hong Kong relataram que o homem passou duas semanas no hospital depois que a sua primeira infecção foi confirmada. Depois, os resultados dos testes deram negativo e ele foi liberado.

A segunda infecção foi diagnosticada em um aeroporto, quando o homem voltava ao país após uma viagem à Espanha, com passagem pela Inglaterra. Da segunda vez, a doença foi assintomática.

Ainda, cientistas afirmam que a sequência genética do vírus na segunda infecção era diferente daquela no primeiro episódio, sugerindo uma mutação ocorrida entre março e agosto.

Pesquisadores tomaram o caso como exemplo da diminuição do nível de anticorpos para o novo coronavírus meses após a infecção. Apesar do corpo desenvolver imunidade ao Sars-CoV-2 inicialmente, os níveis de defesa caem com o tempo, gerando o risco de infecção.

O mesmo ocorre com outras doenças virais, como a gripe comum. A equipe recomenda que mesmo pacientes já recuperados da covid-19 continuem usando máscaras, para evitar a reinfecção. Os cientistas ainda defendem que uma eventual vacinação deve ser considerada mesmo por aqueles que já pegaram a doença.

Loading...
Revisa el siguiente artículo