Vacina Sputnik V: Rússia terá fase 3 de testes em hospitais

Por Metro Jornal com Ansa

A Rússia já começou a distribuir doses da vacina Sputnik V a hospitais pelo país. A substância ainda está em testes clínicos, e a fase final dos estudos será feita em funcionários de saúde e voluntários.

O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde Mikhail Murashko, na noite desta quinta-feira (28), à agência de notícias Interfax.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

LEIA MAIS:
São Paulo deixa platô, com queda de casos, internações e mortes por covid-19
Hospital das Clínicas apura sete casos de reinfecção de covid-19

Mesmo sem a conclusão dos testes clínicos, a vacina já recebeu autorização do governo russo para distribuição e uso contra a covid-19. O registro ainda não foi feito na Organização Mundial da Saúde (OMS), e a ausência da publicação de dados sobre as fases iniciais da imunização preocupa a comunidade científica.

A Sputnik V é desenvolvida pelo Instituto Gamaleya de Pesquisa em Epidemiologia e Microbiologia com o apoio dos ministérios da Saúde e da Defesa. O governo russo espera que, a partir de outubro, já ocorra a vacinação em massa da população de maneira gratuita.

Nesta quinta-feira, horas antes da fala de Murashko, Putin comunicou que uma segunda vacina desenvolvida no país, dessa vez pelo Instituto Vektor de Novossibirsk, na Sibéria, deve entrar na fase de testes já em setembro.

Loading...
Revisa el siguiente artículo