São Paulo deixa platô, com queda de casos, internações e mortes por covid-19

Por Metro Jornal

O Estado de São Paulo superou o momento de platô na pandemia de covid-19 e passou a registrar tendência de queda em novos casos, internações e mortes pela doença. A informação foi compartilhada durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, no início da tarde desta sexta-feira (27).

"Estamos de fato iniciando a descida do platô. É bem provável que o quadro mais crítico dessa pandemia tenha sido superado com convicção. São vidas poupadas todos os dias", disse o governador João Doria (PSDB).

De acordo com o secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn, o estado registrou redução de 5% em casos, 10% em internações e 11% em óbitos – comparado à semana epidemiológica anterior. A queda nos índices semanais chegou a sua terceira semana consecutiva.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Veja também:
Poupatempo anuncia 3º mutirão do RG em unidades da Grande SP e interior
Hospital das Clínicas apura sete casos de reinfecção de covid-19

“Temos hoje a possibilidade de dizer que saímos do platô não só no município de São Paulo, mas também em todo o estado. Trazer alento não significa que estejamos diminuindo a guarda, a preocupação e todas as normas de distanciamento e regras sanitárias”, afirmou.

Considerando o Plano São Paulo – de flexibilização da quarentena –, que não teve alterações nesta semana, 88% da população paulista já está em regiões na fase amarela. Seguem na fase laranja as regiões de Franca, Marília, Presidente Prudente, Registro, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Sorocaba e Tatuapé.

Capital paulista em queda

Na coletiva, o prefeito Bruno Covas (PSDB) apontou que a cidade de São Paulo deve ter condições para entrar na fase verde do Plano São Paulo entre 20 de setembro e 10 de outubro. Até o momento, a cidade já atingiu a maioria dos critérios necessários para avançar na flexibilização, tanto na capacidade do sistema de saúde quanto na evolução da pandemia.

“Lembrando que a cidade continua na quarentena. Reforçamos a solicitação que as pessoas continuem a evitar aglomerações e a usar máscara. É isso que tem ajudado a cidade a melhorar a cada dia os índices”, disse Covas.

Nova recalibragem no Plano São Paulo

O coordenador executivo do Comitê de Contingência da Covid-19, João Gabbardo, detalhou uma alteração nos critérios da fase verde do Plano São Paulo. O objetivo é evitar que regiões que avancem para a quarta etapa de flexibilização regridam por pequenos aumentos em número absoluto de internações ou óbitos.

Dessa forma, para estar na fase verde, é preciso que a região tenha menos de 40 internações por 100 mil habitantes e menos de 5 mil óbitos por 100 mil habitantes, considerando a média móvel dos últimos 14 dias.

Loading...
Revisa el siguiente artículo