Walmart e Microsoft farão oferta para comprar app TikTok

Por Metro Jornal com Ansa

A rede de supermercados Walmart anunciou, nesta quinta-feira (27), sua parceria com a empresa de tecnologia Microsoft para apresentar oferta de compra do aplicativo TikTok, hoje comandado pela chinesa ByteDance. O movimento para adquirir a rede social vem após sanções e ameaças do presidente Donald Trump, que pretende proibir o uso do app nos Estados Unidos caso não seja vendido a uma empresa norte-americana.

O republicano afirma que a sanção ao TikTok nasce da preocupação com o uso de informações particulares de seus usuários pelo governo chinês. Entretanto, as ações acompanham uma escalada de tensões entre os Estados Unidos e a China, que envolvem outras ações protecionistas, crises diplomáticas e sanções contra outras empresas de tecnologia, como a Huawei.

A imprensa americana noticiou, nesta semana, que a compra do aplicativo está cada vez mais próxima. A emissora CNBC estipula que o acordo seja fechado nos próximos dias, com valores entre US$ 20 bilhões e US$ 30 bilhões.

LEIA MAIS:
Netflix anuncia série live-action de ‘Resident Evil’
Nasce filha de Katy Perry e Orlando Bloom

Segundo nota oficial do Walmart, "a potencial compra é uma nova modalidade para atingir novos clientes". Após a confirmação, as ações Walmart começaram a subir na Bolsa de Valores, com ganhos de até 3%.

Também nesta quinta-feira, o diretor-executivo do TikTok, Kevin Mayer, pediu demissão, destacando em um comunicado oficial que tomou a decisão "com grande pesar" porque o "entorno político mudou drasticamente" no país. A ByteDance publicou uma nota oficial em que informa que reconhece "que a dinâmica política dos últimos meses mudou significativamente o papel que Kevin teria no futuro da empresa".

Loading...
Revisa el siguiente artículo