São Paulo já aplicou 202 multas por falta de máscara

Por Metro Jornal com Rádio Bandeirantes

O governo de São Paulo já aplicou 202 multas no estado por descumprimento do uso obrigatório de máscara em espaços públicos ou estabelecimentos. De acordo com a Vigilância Sanitária estadual, entre os dias 2 de julho e 18 de agosto, foram 121 comércios e 81 pessoas autuadas.

As multas pela falta do EPI (equipamento de proteção individual) teve início no começo de julho, com valor de R$ 524 para pessoas físicas e de R$ 5.025 por cliente sem máscara em estabelecimentos. O uso da máscara é recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como capaz de diminuir o risco de contágio pela covid-19.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Veja também:
Uso dos planos de saúde caiu na pandemia
O que pode (ou não) na reabertura das escolas

Segundo o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, está sendo investido mais de um R$ 1 milhão para dobrar o contingente de fiscais, em parceria com os municípios. Os valores das multas são integralmente repassados ao Alimento Solidário, programa assistencial do Governo do Estado que distribui cestas de alimentos para famílias carentes.

Além das blitze programadas, a fiscalização também pode ser feita por denúncia pelo telefone 0800 771 3541, disque-denúncia da Vigilância Sanitária do Estado.

Loading...
Revisa el siguiente artículo