Bolsonaro veta distribuição de recursos a familiares para reposição de merenda

Por Thalyta Almeida - BandNews FM

O presidente Jair Bolsonaro vetou a distribuição dos recursos financeiros recebidos para aquisição de merenda escolar para pais e responsáveis dos estudantes durante a pandemia.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Veja também:
Menina estuprada por tio tem alta médica após processo de aborto
125 mil processos do INSS aguardam documentações em SP; saiba como resolver

Fundação Renova - agosto 2020

De acordo com a lei nº 11.947, que vigorava desde junho, parte da verba direcionada aos municípios, Estados e escolas federais para comprarem alimentos aos alunos deveria ser repassada aos familiares dessas crianças e jovens. Como as aulas presenciais estão suspensas, eles não têm acesso à merenda escolar, portanto seria uma forma de auxiliá-los durante a pandemia.

Com o veto do presidente, o repasse do dinheiro não ocorrerá. A justificativa é de que "a operacionalização dos recursos repassados é complexa" e de que não há como assegurar que esse dinheiro será usado para a compra dos alimentos necessários aos estudantes.

Loading...
Revisa el siguiente artículo