Visto para estudantes brasileiros nos Estados Unidos pode ser suspenso

Por Metro Jornal

O governo norte-americano anunciou na segunda-feira (17) que considera suspender a entrada  de estudantes brasileiros ao país durante a pandemia de covid-19. A medida, se aprovada, impede que brasileiros matriculados em instituições de ensino retornem às aulas ainda neste mês, início do semestre letivo no hemisfério norte.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Fundação Renova - agosto 2020

Em uma escalada para combater a pandemia de coronavírus, os EUA, que lideram os números de mortos e pacientes para a doença, já haviam desde maio proibido a entrada de estrangeiros vindos do Brasil e, acerca dos estudantes internacionais, não é a primeira vez que se discute a permanência deles em solo norte-americano.

No fim de julho, o ICE (Serviço de Imigração e Controle Aduaneiro dos EUA) anunciou que considerava cancelar vistos de estudantes estrangeiros com aulas 100% em ensino a distância e pedia que estudantes saíssem do país ou se matriculassem em universidades com aulas presenciais.

A medida foi duramente criticada e fez com que universidades da Ivy-League – consideradas as universidades de ponta do país, como Harvard, Columbia e MIT – entrassem com processo contra o governo norte-americano, que recuou.

O veto de Trump, se viabilizado, impediria o estudo de cerca de 14,6 mil jovens universitários brasileiros matriculados  em instituições de ensino nos EUA.  

Loading...
Revisa el siguiente artículo