Prefeitura do Rio desiste de demarcar 'cercadinhos' nas praias

Por Metro Jornal com Band News FM

A ideia de demarcar espaços nas praias cariocas para permitir que banhistas mantenham o distanciamento social na areia foi engavetada de vez pela Prefeitura do Rio de Janeiro.

A proposta já estava sendo reconsiderada. Na quinta-feira (13), o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) reconheceu que as demarcações provocaram "controvérsias" entre a população e "críticas" da imprensa. O pastor disse, um dia antes, que consultaria a população antes de colocar em prática a iniciativa.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Fundação Renova - agosto 2020

Os "cercadinhos" foram anunciados na segunda-feira (10); eles consistiriam em espaços com bordas físicas, que poderiam ser alugados em horários agendados por meio de um aplicativo.

A ideia permitiria que banhistas permanecessem na areia. Até hoje, só o banho de mar está oficialmente permitido pela Prefeitura – embora as limitações sejam frequentemente desrespeitadas pelos moradores e turistas. Neste fim de semana, praias tiveram suas areias frequentadas por inúmeras pessoas, sem qualquer tipo de isolamento social.

No domingo (16), a prefeitura anunciou a prorrogação da fase 5 das medidas de flexibilização do isolamento social. Com isso, casas de shows, cinemas e teatros permanecem fechados.

Loading...
Revisa el siguiente artículo