Explosões dão prejuízo de US$ 15 bilhões para o Líbano

Por Metro Jornal com Ansa

Nesta quarta=feira (12), o presidente do Líbano compartilhou o primeiro balanço do prejuízo causado pelas devastadoras explosões em Beirute, ocorridas no dia 4 deste mês.

Michel Aoun informou que os danos custarão cerca de US$ 15 bilhões (em reais, o equivalente a mais de 81 bilhões).

A tragédia ainda deixou 220 mortos e 110 desaparecidos, segundo o governo da cidade de Beirute, apesar do governo federal falar em 171 vítimas fatais.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Fundação Renova - agosto 2020

A explosão que devastou a região portuária da cidade também causou a renúncia do primeiro-ministro Hassan Diab e de seu gabinete, em meio à onda de protestos contra o governo devido a grave crise política e econômica.

Boa parte da população acusa a liderança do país de ter responsabilidade no incidente, que pode ter sido resultado da detonação de 2,7 mil toneladas de nitrato de amônio que estava armazenado em um galpão no porto há seis anos, sem as devidas medidas de segurança.

Nos próximos dias, inclusive, vários ministros e ex-ministros libaneses vão prestar depoimento ao procurador de Beirute sobre a tragédia. "Os interrogatórios começarão com o ex-ministro de Obras Públicas, Ghazi al-Aridi", afirmou um oficial judicial, sob condição de anonimato.

Loading...
Revisa el siguiente artículo