Vereadores discutem medidas de segurança contra covid-19 nos ônibus

Projeto de Lei tramita na Câmara Municipal de São Paulo e prevê instalação de barreiras físicas e disponibilização de álcool gel

Por Ana Paula Rodrigues - Rádio Bandeirantes

A Câmara Municipal de São Paulo pode analisar em caráter de urgência um Projeto de Lei que prevê a obrigatoriedade de equipamentos de segurança para a covid-19 nos ônibus da capital paulista. O autor da proposta é o vereador Gilson Barreto (PSDB).

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Entre as medidas está a instalação de barreiras físicas transparentes para proteção dos motoristas e cobradores e ainda a disponibilização de álcool gel nos terminais, garagens e dentro dos veículos. Além de desinfecção dos ônibus e aferição diária da temperatura dos funcionários.

Veja também:
Enel vai parcelar contas de todos que reclamaram
Governo vai repartir R$ 7,5 bi de lucro do FGTS com trabalhador

Para o vereador Gilson Barreto, são medidas importantes, já que o distanciamento social dentro dos coletivos é uma prática impossível. As medidas já foram determinadas pela Prefeitura, mas ainda é comum ver ônibus circulando pela cidade sem a delimitação do espaço dos motoristas. Além disso, o álcool em gel não é fornecido dentro dos veículos.

Barreto conversa com outros colegas da Câmara para acelerar a tramitação do projeto. O texto está na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Casa.

Loading...
Revisa el siguiente artículo