Operação fiscaliza 171 postos de combustível de São Paulo por possíveis irregularidades

Por Metro Jornal

O governo estadual faz, nesta quarta-feira (12), uma operação para fiscalizar 171 postos de combustível suspeitos de irregularidades em São Paulo. A ação em 80 municípios é coordenada pela Secretaria da Fazenda e Planejamento, com apoio da Polícia Civil.

Do total, 50 estabelecimentos são da capital paulista. Segundo a secretaria, serão avaliados postos que apresentaram preços de venda em valores ou significantemente inferiores ao de aquisição, ou muito superiores ao adquirido.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Veja também:
Mãe de Eliza Samudio relata como contou ao neto sobre o crime
Vereadores discutem medidas de segurança contra covid-19 nos ônibus

Serão coletadas amostras para análise da qualidade do produto, confirme parâmetros exigidos pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). Se comprovadas irregularidades, os postos serão lacrados e impedidos de operar.

Para 45 dos alvos, será apurado se há fraude volumétrica – quando o consumidor paga por uma quantidade de combustível mas recebe menos. Outros dois endereços terão as bombas de abastecimento removidas – os estabelecimentos foram flagrados operando normalmente após terem suas inscrições cassadas.

“A retirada é uma medida extrema, porém efetiva, que protege os consumidores de combustíveis de péssima qualidade”, afirma o subcoordenador da Administração Tributátria, Vitor Alves Junior.

Loading...
Revisa el siguiente artículo