Osasco consegue liminar para seguir na fase amarela do Plano São Paulo

Sub-região Oeste foi rebaixada para a segunda etapa do plano de flexibilização da quarentena

Por Metro Jornal

A cidade de Osasco, na Grande São Paulo, vai poder seguir na fase amarela do plano estadual de flexibilização da quarentena, apesar da sub-região Oeste ter sido rebaixada para a fase laranja.

A prefeitura do município buscou a Justiça, que concedeu liminar na segunda-feira (10) para garantir a manutenção da cidade na terceira etapa do Plano São Paulo. A decisão foi do juiz Olavo Sá Pereira da Silva, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Osasco.

No texto, o magistrado afirma que há erros metodológicos do levantamento estadual “como o cômputo de mortes com efeito retroativo e o fato de considerar as transferências internas como novas internações.” A cidade de Osasco tem 13.947 casos confirmados de covid-19, com 643 óbitos.

Veja também:
Rússia anuncia registro da primeira vacina para covid-19
Volta às aulas nos EUA tem quase 100 mil infectados

A Procuradoria Geral do Estado informou, em nota, que adotará medidas cabíveis após analisar a decisão judicial. O governo estadual afirma que dialoga com o prefeito de Osasco, Rogério Lins (Podemos), para o cumprimento do Plano São Paulo.

Municípios rebaixados da fase amarela para laranja devem voltar a fechar academias de ginástica, salões de beleza e o atendimento presencial de restaurantes e bares – que retomam o funcionamento apenas para serviços de entrega ou retirada. Shoppings, comércio de rua e escritórios também devem abrir por menos horas e para público reduzido.

Loading...
Revisa el siguiente artículo