São Paulo interdita 60 bares e restaurantes no 1º fim de semana com horário noturno

Por Metro Jornal

No primeiro fim de semana com a liberação do funcionamento noturno de bares e restaurantes da cidade de São Paulo, 60 estabelecimentos foram interditados pela prefeitura.

Com a nova regra, os comércios podem funcionar até as 22h, respeitando o limite de seis horas diárias. A multa varia pela metragem do local, sendo de R$ 9.231,65 a cada 250 m2.

Veja também:
SP define nesta semana como será a testagem de alunos da rede estadual
Jovem é morto no aniversário durante abordagem policial em São Paulo

A medida foi anunciada na semana passada pelo governo estadual e vale apenas para municípios que estão há 14 dias na fase amarela do Plano São Paulo, de flexibilização da quarentena. Estabelecimentos interditados devem procurar a subprefeitura da região para solicitar a reabertura.

Na capital paulista, já foram 943 comércios fechados por fiscais por descumprirem normas da quarentena. Desde o início da quarentena, 542 foram restaurantes, lanchonetes, bares ou cafeterias. Veja abaixo todas as regras que devem ser cumpridas pelos estabelecimentos:

• Ocupação máxima: 40% da capacidade;
• Uso obrigatório de máscaras por clientes e funcionários – clientes podem tirar o equipamento enquanto estiverem sentados em suas mesas;
• Estabelecimentos devem disponibilizar álcool em gel;
• Distância de 2 m entre mesas e 1,5 m entre pessoas;
• Até 6 pessoas por mesa;
• Atendimento somente para clientes sentados;
• É proibida a formação de aglomerações;
• Caixas e balcões de alimentos devem ter barreiras de acrílico;
• Condimentos e temperos devem ser fornecidos em sachês;
• Cardápios devem estar disponíveis em quadros na parede ou em versão digital.

Loading...
Revisa el siguiente artículo