Felipe Prior é denunciado pelo MP-SP por estupro

Por Metro Jornal

O ex-BBB Felipe Prior foi denunciado pelo MP-SP (Ministério Público de São Paulo) na quinta-feira (6) por estupro. O caso vai tramitar sob segredo de justiça na 7ª Vara Criminal da Barra Funda, onde será decidido se irá, ou não, a julgamento.

A notificação, assinada pelos promotores Danilo Romão, da 7ª Promotoria Criminal, e Fernanda Moreti, da Promotoria da Violência Doméstica, trata apenas de um dos casos no qual o arquiteto era investigado. O episódio teria ocorrido em 2014, após uma festa universitária em São Paulo.

Outros dois casos – um de estupro, em 2016, e outro de tentativa de estupro, em 2018 – teriam acontecido fora da capital paulista e serão analisados por promotores locais dos municípios.

Veja também:
Polícia encontra 83 tabletes de cocaína em carro de luxo no interior de SP
Seis em cada 10 moradores de SP são contra retomada de aulas

A denúncia foi feita após um inquérito policial da 1ª DDM-SP (Delegacia de Defesa da Mulher de São Paulo) ter sido concluído na terça-feira (4) sem indiciar o suspeito.

Em nota, a defesa das três vítimas afirma que há consistência nas provas do caso, “apesar das tentativas de desacreditar as acusações e as vítimas.” Já a advogada do denunciado, Carolina Pugliese, diz que “provas robustas levaram a autoridade policial a concluir pela inocência de Felipe Prior” e que “o poder judiciário chegará a essa mesma conclusão.”


CORREÇÃO: Informamos, inicialmente, que Felipe Prior havia se tornado réu por estupro. A denúncia, porém, ainda pode ou não ser aceita pela Justiça. O erro foi apontado por um seguidor do Twitter e corrigido. Agradecemos a contribuição.

Loading...
Revisa el siguiente artículo