Operação investiga fraude em compras de aventais na capital paulista

Por Metro Jornal

A PF (Polícia Federal) apura um possível esquema de fraudes e desvios em contratos da Prefeitura de São Paulo na área da saúde. Na manhã desta quinta-feira (6), seis mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos pela operação Nudus.

São investigadas duas contratações emergenciais de aventais descartáveis, feitas pela Autarquia Hospitalar do município. Ambas foram feitas sem licitação, ao custo de R$ 11,1 milhões, com recursos federais.

Veja também:
Projeto que dá a pais a decisão de retorno às escolas é aprovado na Câmara em SP
Secretário estadual Alexandre Baldy é preso em operação da Polícia Federal

O TCU (Tribunal de Contas da União) identificou evidências de fraude. De acordo com a PF, havia “estreita ligação entre as empresas que participaram do processo, sendo que elas não tinham qualquer experiência ou capacidade técnica e operacional para a confecção de aventais médico-hospitalares.”

Algumas delas foram desclassificadas durante o processo de contratação, cujo valor ficou acima do preço praticado pelo mercado. Com a operação, a polícia busca descobrir se houve participação de funcionários públicos.

Um dos mandados é cumprido na sede da Autarquia Hospitalar. O Metro Jornal mantém o espaço aberto para manifestação da Prefeitura de São Paulo.

Loading...
Revisa el siguiente artículo