São Paulo ilumina espaços públicos em solidariedade às vítimas de Beirute

Por Metro Jornal

Prédios públicos e construções da cidade de São Paulo ganharam iluminação especial nesta quarta-feira (5) com luzes vermelhas e brancas. A ação é um ato de respeito e solidariedade ao povo libanês, após uma explosão no porto de Beirute, na terça (4).

A capital paulista tem mais de 4 milhões de libaneses e descendentes – são 8,6 milhões no Brasil, mais do que total da população do Líbano, de cerca de 6,8 milhões. Receberam a iluminação os seguintes prédios:

• Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual
• Edifício Matarazzo, sede da prefeitura,
• Viaduto do Chá,
• Ponte Octávio Frias, conhecida como Estaiada
• Biblioteca Mário de Andrade

A homenagem seguirá até sexta-feira (7), diariamente das 18h às 6h. A cor verde da bandeira do Líbano faria parte da ação, mas foi removida a pedido do Cônsul Geral do país em São Paulo, Rudy El Azzi. Ele argumentou que, sem a representação do cedro presente na bandeira, as cores seriam semelhantes a de outros países.

A cidade de São Paulo também declarou luto oficial de três dias pelas vítimas da tragédia – ao menos 113 pessoas morreram e mais de 4 mil ficaram feridas. “Dessa forma a cidade de São Paulo presta as suas condolências e solidariedade a comunidade libanesa”, disse o prefeito Bruno Covas (PSDB).

Loading...
Revisa el siguiente artículo