Países oferecem auxílio ao Líbano; saiba como ajudar daqui do Brasil

Por Metro Jornal

Enquanto o mundo se volta para reconstruir Beirute, moradores vão às ruas protestar contra o governo do Líbano, onde o número de mortos em virtude da explosão na terça-feira alcançou 145 vítimas. Ontem, o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro chefe de estado a visitar o país após o incidente.

Com objetivo de organizar a ajuda humanitária enviada pela França, Macron abraçou pessoas e causou aglomerações por onde transitava. O premiê francês ouviu apelos dos libaneses que, segundo a Folha de S. Paulo, entoavam gritos de ordem que pediam “revolução” e “queda do regime”. Moradores acusam o governo de negligência e criticam apoio recebido pós-explosão.

Em rede social, o ator libanês Ziad Itani escreveu:  “Minha casa virou pó e a primeira pessoa a me fazer uma visita é um presidente estrangeiro. Que escândalo!”

Sobre a visita, Macron declarou que o dinheiro doado pela França “não cairá nas mãos de corruptos” e reforçou que está do lado do povo libanês.

Ajuda humanitária

Condolências ao Líbano chegam de todo o mundo desde a explosão da última terça-feira. O Quatar anunciou o envio de um hospital de campanha para os feridos.

A Comissão Europeia disse ontem que mobilizou ajuda ao país equivalente a 33 milhões de euros. Alemanha, Holanda, República Tcheca e Rússia também anunciaram que estão enviando equipes de resgate para ajudar na busca por sobreviventes entre os escombros. 

A ONU (Organização das Nações Unidas) também afirmou que está atuando no país.  

Saiba como ajudar

• Cruz Vermelha.
A organização internacional também atua no atendimento às vítimas de Beirute. Doações pelo link
doe.cicv.org.br

• Unicef.
O braço das Nações Unidas voltado para crianças está na região oferecendo apoio a equipes de resgate a crianças afetadas pela explosão. Doe pelo site unicef.org/brazil

• OffreJoie.
A organização libanesa não-governamental fundada em 1985 arrecada doações em dinheiro para limpar e reabilitar prédios e moradias destruídas. Para ajudar, o link é givingloop.org/offrejoie#contribute

Loading...
Revisa el siguiente artículo