Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados durante pandemia

Por Metro Jornal com BandNews FM

O presidente Jair Bolsonaro vetou o projeto que planejava conceder indenização de R$ 50 mil aos profissionais de saúde incapacitados durante a pandemia do novo coronavírus. A decisão foi publicada na edição desta terça-feira (4) no Diário Oficial da União.

Leia mais:
Corrida por vacina na Rússia cria preocupação na comunidade científica

A justificativa apresentada pelo mandatário é de que o projeto é inconstitucional e contraria o interesse público, prevendo benefício indenizatório para agentes públicos e criando despesa em período de calamidade.

O projeto havia sido aprovado pelo Congresso e estabelecia o pagamento da indenização a profissionais que, atuando no combate à pandemia, se infectaram pelo coronavírus e ficaram permanente incapacitados.

No Senado, a lista de categorias foi ampliada, incluindo funcionários de necrotérios, coveiros e da assistência social.

Loading...
Revisa el siguiente artículo